5 motivos para investir em peças de roupa de dormir sustentável

5 motivos para investir em peças de roupa de dormir sustentável

Confira qual é a real proposta da roupa sustentável e insira esse estilo de vida na sua rotina na hora de dormir.

Investir em roupa sustentável está muito além de apenas utilizar uma peça de roupa adquirida em um brechó, ou criar uma releitura de um modelo antigo esquecido no armário. Há toda uma indústria que trabalha arduamente para desenvolver e oferecer uma marca de roupa sustentável.

No entanto, as pessoas se esquecem que pijama também faz parte da indústria da moda, ou seja, a roupa de dormir também deve fazer parte desse movimento de sustentabilidade. Se você ainda não entende bem como se aplica a esse conceito, confira abaixo alguns bons motivos para adotar a sustentabilidade na hora de se vestir:

Como funciona uma marca de roupa sustentável?

Ao contrário do que a maioria das pessoas acreditam, uma marca de roupa sustentável não se aplica somente aos tecidos, dado que o impacto gerado pelas fibras utilizadas para a confecção de uma peça é muito menor do que os danos ocasionados pelo processo de tintura, logística de transporte, dentre outros processos.

Ou seja, uma marca de roupa sustentável se preocupa com os resíduos de todos os seus processos de confecção, assim como oferece uma solução local, minimizando as importações que implicam e danos colaterais relacionados à logística dos produtos.

Por que utilizar uma marca de roupa sustentável?

Agora que você compreende melhor o que é uma marca de roupa sustentável, é mais simples explicar as razões pelas quais você deve investir na moda ecológica, inclusiva quando se trata de roupa de dormir:

  1. Apelo ecológico – O principal motivo é sem dúvidas a preocupação que a marca tem para que a sua roupa gere o menor impacto possível ao meio-ambiente;
  1. Economia local – Como uma das bases da moda ecológica é minimizar os dados proporcionados pela logística, adquirir os produtos de uma marca de roupa sustentável é investir em no comércio e na indústria local;
  1. Manter o propósito – A moda serve não só para nos vestir, mas também para transmitir uma mensagem ao mundo, por isso, o conceito é mantido, através de uma confecção que segue as tendências, mas também se preocupa com algo relevante, ou seja, uma mensagem ainda maior;
  1. Slow fashion – O conceito de slow fashion é relativamente simples, e implica em apostar em uma coleção mais durável, ou seja, que não deixe de ser tendência na próxima estação ou até mesmo no próximo ano. Desse modo, você assegura uma longevidade maior às suas peças;
  1. Custo-benefício – Por fim, um dos motivos mais interessantes, a relação custo-benefício da roupa sustentável, dado que, ainda que o investimento inicial seja um pouco mais elevado, a longevidade das peças se justificam e tornam os valores mais atrativos para todos.

Agora que você conta com bons motivos para considerar a sustentabilidade na hora de se vestir, veja a nova coleção da Inspirate, uma marca de roupa sustentável que vai além dos pijamas, e segue a tendência loungewear, ou seja, alternativa para vestir-se confortavelmente, indo do camisão feminino até as tradicionais camisolas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *